terça-feira, 22 de maio de 2012

O Show de Tango da Esquina Carlos Gardel, em Buenos Aires

Nos oito dias que passei com a família em Buenos Aires, assistimos a três shows de tango. É claro: não estou considerando aqui os casais que, volta e meia, se observa dançando pelas avenidas da cidade. Refiro-me aos shows das casas de tango. Elas apresentam um tango mais coreografado, mais caricato, menos autêntico. 

Mas não se pode visitar a capital da Argentina e deixar de apreciar um desses shows... É como se a sua viagem fosse incompleta. Afinal, muito do país transpira nos movimentos desta bela dança. E o primeiro show que assistimos foi o da Esquina Carlos Gardel.

Astor Piazzollla: Ícone do Tango

Continuação de...
Malba e Palácio Alcorta, em Palermo, Buenos Aires



A Escolha pela Esquina Carlos Gardel


A Esquina Carlos Gardel é uma das maiores casas de tango de Buenos Aires. Quando ainda estudávamos os roteiros para a cidade, avaliamos uma série dessas casas. A Esquina Carlos Gardel pareceu a mais refinada. Ao menos, as fotos causavam esta impressão. O veludo, os lustres, a roupa dos dançarinos. Tudo ali parecia de primeira linha. Além disso, o jantar era dos mais caros dentre os estabelecimentos analisados...

Palco da Casa de Tango Esquina Carlos Gardel



A Primeira Decepção ao Chegar à Casa


Assim, tivemos nossa primeira decepção ao chegar ao local... Meu pai e eu vestíamos terno e gravata. Minha mãe e minha irmã vestiam vestido. Mas nos deparamos, na fila de entrada, com pessoas vestindo abrigo e camiseta. Quer dizer, apesar do aparente refinamento do local, a casa recebe excursões, nivelando o público por baixo. Meus pais haviam ido à Europa no ano anterior. E queixaram-se que as melhores óperas não eram abertas a turistas. Comecei a entender o motivo...

O Cantor Carlos Gardel


Decoração com Grandes Nomes do Tango

Internamente, no entanto, a casa Esquina Carlos Gardel não decepciona! A decoração corresponde à expectativa que tivemos ao ver o site. Por todas as paredes, você verá quadros com fotos de artistas vinculados ao tango. 

Um Recibo do  Cantor e Compositor Carlos Gardel

Ali, você verá nomes como Carlos Gardel, Astor Piazzolla, Roberto Goyeneche e Tita Merello. Eis uma interessante viagem pelo mundo do tango, que você pode fazer enquanto aguarda o início das apresentações.

O Compositor Roberto Goyeneche

No andar superior, pequenos “camarotes”. Já no salão principal, o ponto negativo é a junção de mesas em filas, próximo ao palco. São as mesas onde servem jantar. A impressão é a de um acúmulo de mesas para colocar mais gente na casa. 

Camarotes da Casa de Tango Esquina Carlos Gardel

Acaba destoando fortemente das mesas redondas do resto deste salão. Parecem até os galetos de igreja que costumam acontecer aqui no sul.

Tita Merello: Uma das Divas do Tango


Alguns Momentos do Show de Tango no Esquina Carlos Gardel

Seguem-se alguns vídeos feitos na Esquina Carlos Gardel. Reparem que a orquestra – talvez o maior destaque nas apresentações – fica acima do palco onde os dançarinos se apresentam.






Veja mais vídeos da casa de tango Esquina Carlos Gardel.

10 comentários:

Isabela Carvalho disse...

extremamente desnecessário seu comentário sobre as pessoas que frequentam a casa. totalmente elitista. pena que ainda há pessoas que ainda pensem dessa forma

Leonardo Brocker disse...

+++ Palermo: Origem do Nome +++

Não está clara a origem do nome do bairro.
A inspiração pode ser a figura de Juan Domínguez Palermo.
No princípio do século XVII, ele era o dono das terras locais.
Outra origem pode ser um oratório.
Nele, venerava-se a imagem de San Benito de Palermo.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Palermo: História do Bairro +++

Juan Manuel de Rosas foi governador da província de Buenos Aires.
E até 1836, adquiriu grandes porções de campos.
Instalou sua residência nas atuais avenidas Del Libertador e Sarmiento.
Ali, vemos, hoje, o Monumento de los Españoles.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Palermo: Parques do Bairro +++

Em 1875, Palermo viu surgiu o Parque 3 de Febrero.
E, com o tempo, o Jardín Botánico e o Zoológico.
Assim, o bairro ganhou fama e expandiu-se.
Hoje, o extenso bairro divide-se em zonas.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ MALBA +++

Museu moderno e luminoso.
Com obras dos mais importantes artistas latino-americanos.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Coleções do MALBA +++

Abriga uma das coleções mais importantes do continente.
Com pinturas, esculturas, desenhos, gravuras, colagens, fotografias.
De artistas da América Latina.
Desde o México e o Caribe até a Argentina.

O patrimônio é parte da Coleção de Arte da Fundação Costantini.
Com cerca de 400 obras.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ MALBA: Modernidade e Vanguarda +++

Os grandes movimentos europeus são uma referência mundial.
No século XIX, os artistas latinoamericanos sintonizaram-se a eles.
Essa inclinação seguiu ao longo do século XX.
Podemos ver tendências expressionistas, cubistas e futuristas em:
+ “La Canción Del Pueblo”, de Emilio Pettoruti;
+ “Neocriollo”, de Xul Solar;
+ “Antropofagia”, de Tarsila do Amaral.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ MALBA: Arte e Política +++

Nos anos 30, firmou-se o exercício arte-política.
Sob os conceitos de “realismo social”, “nativismo”.
E de “novo realismo” e “arte crítica”.
Antonio Berni foi a clara referência deste compromisso.
No MALBA, há a obra “Manifestación”, de Berni.
E trabalhos dos mexicanos Diego Rivera e David Alfaro Siqueiros.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ MALBA: Surrealismo +++

Desde a década de 1920.
Os artistas investigaram o mundo do mágico e do fantástico.
Com técnicas de colagem e de fotomontagem.
Um exemplo é “La Decadencia Del Misticismo”.
Obra de 1942, de Roberto Matta.
Também há trabalhos de Maria Martins e Frida Kahlo.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ MALBA: Arte Conceitual e Pop +++

Com o passar do tempo, surgiram novas disciplinas e suportes.
Construções, instalações, objetos e vídeos.
Ambientações, intervenções e performances.
Como na obra “Pruebe de Nuevo” (1963).
De Jorge de La Vega.
Ou nas obras de Fernando Botero e León Ferrari.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design