domingo, 22 de abril de 2012

Puerto Madero, Buenos Aires

O porto foi construído em 1882 e é composto por quatro grandes cais, às margens do Rio da Prata. Ao longo deste porto, estendem-se grandes armazéns de tijolos vermelhos. Sua reforma abriu um espaço que há muito vinha sendo negligenciado em Buenos Aires

Durante o regime militar, o local era enchido de entulho, pois o plano era construir ali uma cidade-satélite. Quando o regime caiu, em 1983, plantas e animais foram tomando conta daquela área. Ali formou-se a Reserva Ecológica Costanera Sur.

A Moderna Arquitetura de Puerto Madero
A Moderna Arquitetura de Puerto Madero

Em dez anos de governo civil, o antigo cais do porto foi todo revitalizado, sendo criado no local um novo bairro. Este novo bairro transformou-se, rapidamente, na área residencial mais exclusiva de Buenos Aires, com seus hotéis de luxo e museus históricos. 

Puerto Madero transformou-se em um ótimo local para passeios, concentrando também alguns dos melhores restaurantes da cidade. É junto com a Recoleta, a região mais elitizada de Buenos Aires.

Jantar em Puerto Madero, Buenos Aires

11 comentários:

Leonardo Brocker disse...

+++ Puerto Madero +++

O mais novo bairro portenho.
Era a porta de ingresso no país.
Uma área de intensa atividade portuária.
Mas esta atividade logo se extinguiu.
E a região passou por um longo período de abandono.

A partir de 1990, reciclou-se boa parte das antigas construções.
E o local converteu-se no ponto mais inovador da cidade.
No que se refere à arquitetura e ao desenho.

Hoje, Puerto Madero é um dos bairros mais exclusivos.
Com luxuosas torres e complexos contíguos.
Amplos parques e uma reserva ecológica.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Diques de Puerto Madero +++

Quatro passagens unem Puerto Madero à cidade.
Elas atravessam os diques:
+ Dique 1 – Rosario Vera Peñazola comunica com San Telmo;
+ Dique 2 – Azucena Villaflor conecta com a área da Plaza de Mayo;
+ Dique 3 – Macacha Güemes dirige-se a City portenha;
+ Dique 4 – Rua Cecilia Grierson leva ao Retiro e às Galerías Pacífico.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Cassino de Buenos Aires +++

O único cassino da cidade fica em Puerto Madero.
O Casino Buenos Aires funciona sobre duas embarcações.
Os navios Estrella de La Fortuna e Princess.
Eles ficam na Dársena Sur.
Contam com 130 mesas de jogos.
E sala de pôquer com 13 mesas.
Além de restaurante e confeitaria gourmet.
E um centro de compras.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Reserva Ecológica +++

Primeira Área Natural Protegida da cidade de Buenos Aires.
A poucas quadras do centro político e cultural.
Um local para relaxar à margem do Rio da Prata.
E percorrer trilhas entre a flora e a fauna típica.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Reserva Ecológica Costanera Sur +++

Aprecie a Fuente de Las Nereidas.
E desfrute de um passeio entre as lagoas e banhados.
Há passeios noturnos guiados.
Quando a luz da lua ilumina a paisagem da reserva.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Reserva Ecológica: Estátua de Ícaro +++

Na entrada da Reserva Ecológica, veja a estátua de Ícaro.
Ela comemora a travessia do hidroavião Plus Ultra.
O voo uniu, pela primeira vez, Espanha e América.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Reserva Ecológica: Animais e Plantas +++

Área natural de 350 hectares, com quatro lagoas.
Abriga centenas de espécies de aves, anfíbios, répteis, mamíferos.
E 575 espécies de plantas.
Algumas espécies se reproduzem no viveiro da reserva.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Reserva Ecológica: Visitação +++

A reserva recebe cerca de um milhão de visitantes por ano.
No verão, até 40 mil pessoas visitam a reserva nos fins de semana.
E percorrem as trilhas locais de bicicleta ou a pé.
Dos pontos mais altos, você terá a vista da cidade.
E avistará as torres dos grandes edifícios.
Que se destacam por trás das copas das árvores.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Recoleta e Retiro +++

Comunicam-se pelas avenidas Alvear e Del Libertador.
Os bairros caracterizam-se pelo contexto seleto e refinado.
A opulência de muitas edificações coroa este refinamento.
Vemos isso em igrejas, palácios e torres.
E até em um cemitério – um autêntico museu a céu aberto.

As terras altas despertaram o interesse da alta sociedade portenha.
Durante a epidemia de febre amarela, no século XIX.
O temor da enfermidade levou ao êxodo das famílias mais abastadas.
Estas viviam dispersas de sul a norte, pela metrópole.
Isso explica o perfil da área que compreende, hoje, Recoleta e Retiro.
Que passou a ser conhecida como a pequena Paris.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

+++ Palácios Suntuosos de Recoleta e Retiro +++

Muitas residências do Retiro testemunham a riqueza.
Da Belle Époque do final do século XIX.
O mesmo acontece na Recoleta.
Isso confere a característica de exclusividade destes bairros.
Com elegantes ruas e avenidas que alimentam esse glamour.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Leonardo Brocker disse...

++++ Palácios na Recoleta ++++

O Palacio Ortiz Basualdo, desde 1939, abriga a Embaixada da França.
O notável edifício, originalmente, foi uma mansão aristocrática.
Este “hotel particular” pertenceu à família Ortiz Basualdo.

Com projeto de 1912, a construção prolongou-se até 1918.
Em 1925, serviu de residência oficial a um ilustre visitante.
Eduardo de Windsor, Príncipe de Gales, passou uma temporada ali.

Até a primavera de 2014, foi mais de um ano de restauração.
Para o prédio recuperar todo o explendor de suas fachadas.
A entrada principal, os salões de recepção e o mobiliário.

A antiga residência fica a poucos metros de outros palácios.
Como Álzaga Unzué, Casey, Fernández Anchorena e Pareda.
Todos na zona norte da cidade de Buenos Aires.

Para muitos o Palacio Dahau é o expoente máximo de um período.
A residência é o maior representante da Belle Époque portenha.
Um dos últimos exemplos de prédios posteriores ao neoclassicismo.

O Palacio Dahau insere-se no estilo vitoriano tardio.
Com inspiração no castelo de Marais (Ile-de-France).

Palacio Ortiz Basualdo – Calle Cerrito, 1399.
Palacio Dahau – Avenida Alvear, 1661.

Fonte: Buenos Aires a Pie - National Geographic, 2016.

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design