quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Prédio Martinelli - São Paulo

O Prédio Martinelli é o documento arquitetônico mais importante da transição da cidade baixa para os "arranha-céus". 

A cidade baixa caracterizava-se, basicamente, pelas suas construções de tijolos. Os "arranha-céus" tornaram-se uma tendência na segunda década do século XX. E o Martinelli tornou-se um símbolo dessa fase de crescimento de São Paulo...

Prédio Martinelli - São Paulo
O Belo Prédio Martinelli


Giuseppe Martinelli

O prédio foi todo projetado e arquitetado por seu proprietário, o italiano Giuseppe Martinelli. Giuseppe Martinelli nasceu em 23 de julho de 1870, em São Donato de Lucca, na Toscana, Itália.

Mestre de obras, descendia de uma família tradicional de empreiteiros. Martinelli chegou ao Brasil, em 1892, atraído pelas lavouras de café. Ele é um exemplo de self-made man, que de açougueiro tornou-se comendador.

Com espírito empreendedor, Martinelli instalou-se em Santos, com uma empresa de despachante. Logo em seguida, ele constituiu uma agência de vapores, para a importação e exportação.

Durante a Primeira Guerra Mundial, de 1914 a 1918, Martinelli prestou relvantes serviços ao Brasil. Naquela época, transportava café, cereais e outros gêneros de Santos e do Rio de Janeiro para a Europa.


Projeto e Construção do Prédio

Em 1922, iniciou o projeto de construção do prédio, idealizado para ser o maior da América do Sul. Ele foi projetado, em estilo neoclássico francês, sendo construído entre 1924 e 1929.

O Prédio Martinelli foi a primeira construção brasileira de "concreto armado", uma tecnologia trazida da Europa pelo próprio Martinelli. E as suas obras chegaram a envolver 600 operários.

O projeto inicial previa apenas 14 andares. E as fundações foram executadas para tal. Mas Martinelli, em seu arrojo empresarial, elevou o prédio até o 26o andar.

A "Casa do Comendador" foi construída como residência da família Martinelli. Ela foi erguida sobre o 26o andar, para provar ao povo que o prédio não cairia.

Casa do Comendador Martinelli - São Paulo
Casa do Comendador Martinelli


Inauguração do Prédio Martinelli

O Prédio Martinelli foi inaugurado em 1929, com apenas 12 andares. 

A construção seguiu até 1934, quando chegou aos 30 andares e 130 metros de altura. E assim, rompeu, completamente, com a horizontalidade da cidade de São Paulo. Na ocasião, o Martinelli era o prédio mais alto de toda a América Latina.

Nem bem concluído, o Prédio Martinelli já era o cartão de visita da cidade. Possuia cassino, hotel de luxo, cinema e grandes festas. 

O Cine Rosário foi inaugurado, em 1929, pelo prefeito Pires do Rio. Com camarotes, frisos e poltronas estofadas, recebia a alta sociedade de São Paulo.

O Hotel São Bento também modificou a postura da cidade. Nos salões Mourisco e Verde, servia-se chá e realizavam-se reuniões dançantes.


Declínio e Revitalização

Após um longo período de sucesso, veio o declínio do edifício nas décadas de 1960 e 1970. Por conta da revitalização do centro, o Martinelli ganhou um projeto de reforma.

A ideia era devolver à construção seu tom róseo original da fachada e modernizar suas instalações. Dessa forma, em 1975, o prefeito Olavo Setúbal decide pela reforma total do Martinelli.

O prédio foi reinaugurando em 1979, abrigando as Secretarias Municipais de Habitação e Planejamento.

No 26o andar, seu belíssimo terraço que proporciona uma visão panorâmica da cidade de São Paulo. E uma sequência de belos lustres de cristal chama a atenção de quem passa pela rua e vê o hall prédio.


Veja também

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design