terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Estação Júlio Prestes - São Paulo

Parte da Estrada de Ferro Sorocabana, a Estação Júlio Prestes foi inaugurada em 1938. Esta estação, ainda em funcionamento, guarda a memória dos tempos áureos da política cafeeira. E também das transformações pelas quais São Paulo passou desde o início do século passado.

Interior da Estação Júlio Prestes - São Paulo
Interior da Estação Júlio Prestes

Sua construção em estilo monumental é uma espécie de canto do cisne da era do café, que entrava em decadência. A inspiração veio de duas estações ferroviárias nova-iorquinas, a Grand Central e a Penn Station. O arquiteto Cristiano Stockler das Neves adicionou-lhes o luxo francês.

Relógio da Estação Júlio Prestes - São Paulo
Relógio da Estação Júlio Prestes

Na fachada, destaca-se a imponente torre do relógio. Já no interior, imperam os vitrais de Conrado Sorgenicht, claraboias, arcos e pilares. Um dos destaques são as plataformas, que funcionam desde 1930. Elas são envoltas por uma estrutura metálica, com cobertura de vidro.

Vitral no Interior da Estação Júlio Prestes - São Paulo
Vitral no Interior da Estação Júlio Prestes

O ponto alto da Estação Júlio Prestes, no entanto, sempre foi o Grande Hall, com 1.000 m2, onde eram vendidos os bilhetes.

A construção ficou parcialmente inacabada, devido às crises financeiras mundiais.

Veja também

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design