sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Visita Guiada pelo Teatro Municipal de São Paulo

A visita guiada pelo Teatro Municipal foi uma das melhores da viagem. Talvez só a da Sala São Paulo esteja no mesmo nível. 

No Museu Biológico do Butantan, não havia visita guiada. E a monitora apenas tirava dúvidas, quando questionada. Portanto, dei sorte de pegar uma guia boa.

No Teatro Municipal, começamos pelo saguão, subimos as escadarias e concluímos nas galerias.

Continuação de...


Teatro Municipal - Projeto de Ramos de Azevedo

Esperamos por uns cinco minutos junto à porta lateral do Teatro Municipal. Então apareceram as guias, que disseram não ser permitido fotografar lá dentro. Quem nos acompanhou durante a visita foi a guia Daniela, excelente.

O projeto do Teatro Municipal de São Paulo ficou ao cargo do escritório de Ramos de Azevedo, em colaboração com europeus. E a influência europeia fica evidente ao se analisar a arquitetura do prédio. 

O Teatro Municipal de São Paulo
O Teatro Municipal de São Paulo



Hall de Entrada do Teatro Municipal

No hall de entrada, destacam-se dois tipos de colunas. As robustas colunas de granito apresentam um estilo clássico. Já as de mármore remetem ao barroco.

As paredes internas foram modificadas na reforma. Atualmente elas ostentam um material imitando o mármore. Nas escadarias, porém, o mármore é de verdade! Ali há mármore de regiões da Itália, como Carrara e Siena.


As Musas da Música e da Poesia Musicada

Já as esculturas de bronze que decoram a escada principal são francesas. Elas representam duas musas: a música e a poesia musica. A musa que representa a música exibe tochas, pandeiro, alaúde e tem um pé sobre um gaita de fole.

A que ilustra a poesia musicada exibe tochas e um pergaminho. Ela tem seu pé apoiado sobre o globo. Nas costas, a musa carrega o primeiro instrumento musical. Este instrumento musical foi feito por Hermes, o deus mensageiro, com couro de boi e um casco de tartaruga. 

Uma curiosidade: as musas originaram a palavra museu! 


Os Vitrais Alemães

Complementando os itens provenientes da Europa, há os belos vitrais alemães. Eles retratam duas óperas do compositor alemão Richard Wagner. Um deles representa "A Cavalgada", da ópera "As Valquírias".

O Teatro Municipal de São Paulo - Obra Prima de Ramos de Azevedo
O Municipal - Obra Prima de Ramos de Azevedo


As Três Ordens

O Teatro Municipal era dividido em três ordens, de acordo com o status e a posição social. Na 1a Ordem, ficavam as autoridades e a elite cafeeira. 

Há uma escultura de mármore bem interessante na entrada da Primeira Ordem. Trata-se de um sátiro com a língua de fora...

Já a 3a Ordem foi, pejorativamente, apelidada de galinheiro. Como ficava no último piso, as pessoas debruçavam-se na grade para poder ver.

Nem 8, nem 80, nós seguimos a visita guiada pelas acomodações pertencentes à Segunda Ordem do Teatro Municipal... 


Os Cafeicultores e O Palco

Como o Teatro Municipal foi construído pelos cafeicultores, há vários detalhes com folhas e frutos de café. Eles podem ser vistos desde o saguão ou hall de entrada, até sobre a armação que envolve o palco.

As colunas laterais ao palco, por exemplo, exibem folhas de café entrelaçadas. E por falar em palco, ele estava estruturado para receber a OSESP naquela noite. A orquestra iria executar um réquiem de Verdi...

O palco é em estilo italiano e a orquestra desce em óperas e balés. O público fica disposto em forma de ferradura. E o estofamento foi elaborado de forma a não prejudicar a acústica. 


Salão de Concertos

Acabamos a visita guiada em um salão localizado na parte anterior do Teatro Municipal. Fica sobre o hall de entrada e era usado antigamente para pequenos concertos e recepções.

Este salão, com tapetes vermelhos e piano, hoje em dia, é raramente usado. A fraqueza da madeira original e vitrais trincados restringem o seu acesso. Ali há telas representando a música, a arte e o surgimento do teatro grego.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Free Host | new york lasik surgery | cpa website design